Publicidade

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Aulas de yoga no Ibirapuera

Durante todo o ano o projeto “Bem-Viver”, no Parque Ibirapuera, oferecerá aulas de yoga com entrada Catraca Livre. As atividades acontecerão às terças-feiras, das 16h30 às 17h30, e aos sábados, das 16h30 às 17h30.
As aulas acontecerão na Serraria e a entrada é pelo portão 7, localizada na av. República do Líbano. Para participar basta comparecer ao local nas datas e horários acima, com roupas confortáveis e uma canga ou esteira.

Fonte: Catraca Livre

Curso online gratuito sobre dislexia

O site de educação Buzzero oferece curso online gratuito sobre dislexia. O curso aborda definição da doença, causas, sintomas e o tratamento.
O curso é ministrado pela pedagoga Alessandra Moreira Castro Figueiredo.

Maioires informações e inscrições: https://buzzero.com/alessandra-figueiredo/curso-online-Dislexia.html

Fonte:  Catraca Livre

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

USP promove curso de extensão gratuito sobre jornalismo e políticas públicas

Desde 7 de fevereiro,estão abertas as inscrições para o curso de extensão “Jornalismo e Políticas Públicas Sociais”, que será promovido pela Escola de Comunicações e Artes da USP (ECA-USP), em parceria com a Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi) e a Rede Andi Brasil.
O objetivo é estimular uma consciência crítica a respeito da qualidade do conteúdo da mídia sobre as questões sociais brasileiras. Serão examinados casos concretos da cobertura dos veículos de comunicação do país, como forma de compreender o tratamento editorial, cultural e ético dado às políticas públicas sociais em geral e, especificamente, às políticas voltadas à infância e à adolescência.
Além disso, o curso analisará os paradigmas que orientam as políticas públicas sociais: diversidade, desenvolvimento social e direitos humanos. Ainda buscará uma compreensão de como a mídia contribui para a discussão sobre temas sociais.
As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 14 de fevereiro, no Departamento de Jornalismo da ECA.
Os encontros serão realizados às segundas-feiras entre 10h e 12h, do dia 14 de março a 27 de junho de 2011, no Auditório Freitas Nobre da ECA-USP. A carga horária total da disciplina será de 36 horas.
Veja o programa completo no site da Andi.
Mais informações pelo telefone (11)3091-4058 ou pelo e-mail politicaspublicas@andi.org.br

Fonte: Catraca Livre

Site reúne informações e anúncio de vagas para profissionais com deficiência

O site DeficienteOnline divulga informações e vagas de emprego exclusivamente para profissionais com deficiência. Além de notícias e artigos relacionados ao tema, é possível encontrar informações sobre leis de acessibilidade, cadastrar seu currículo e divulgar vagas da sua empresa.
Conheça o deficienteonline.com.br

Fonte: Catraca Livre

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Saiba mais sobre os 65 anos do primeiro computador eletrônico digital

Até perdi a conta de quantas vezes contei essa história em sala de aula...
Achei a materia bem interessante por isso vou posta-la aqui!

Hoje em dia um iPhone na mão de uma criança é um brinquedo manipulado com extrema naturalidade. Quem nasce na era do touch-screen não imagina que está diante de um velhinho que, nesta segunda-feira (14), completa 65 anos de vida: o computador digital. A data marca o lançamento do Eniac (abreviação de Electrical Numerical Integrator and Computer), desenvolvido na Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, entre 1943 e 1946. A importância do Eniac está em ser o primeiro computador eletrônico digital que calculava em larga escala.
"O Eniac foi o primeiro do tipo desenvolvido nos Estados Unidos em um projeto bem sucedido e predecessor de computadores importantes para a evolução dessas máquinas", afirma Maria Cristina Ferreira de Oliveira, professora do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da Universidade de São Paulo (USP). Segundo a professora, o projeto inicial previa o investimento de US$ 150 mil, mas acabou custando US$ 400 mil. "Na época, para criar qualquer máquina era necessário mihões de dólares", conta Maria Cristina.
Computadores e a guerra
Engana-se quem imagina que, na década de 1940, os pesquisadores pensavam em elaborar um computador para uso pessoal. Essas máquinas se desenvolveram significantemente com a Primeira e a Segunda Guerras Mundiais. O Eniac, por exemplo, foi criado para calcular tabelas balísticas. "Os americanos queriam saber como deveriam posicionar seus canhões para certar o alvo. Antes do Eniac, esses cálculos exigiam grande esforço humano, sistematizado e automatizado com o computador e que também reduziu erros", explica a professora.
O Eniac demandava muita mão de obra. Ele ocupava uma sala com 300 m2, tinha 2,5 m de altura e pesava 30 toneladas. Possuía 17.470 válvulas que esquentavam e , por queimarem, sempre tinham que ser substituídas. Ele era programado fisicamente por um painel repleto de plugues e chaves - conforme a posição delas, ele executava uma tarefa.
Os dados eram inseridos por meio de cartões perfurados, sendo que o resultado era apresentado em um painel repleto de luzes, chaves e cabos que acendiam ou apagavam de acordo com a função. Realizava cinco mil operações aritméticas por segundo. De acordo com o Computer History Museum, localizado na Califórnia, Estados Unidos, em uma década esse trambolho fez mais contas do que a humanidade inteira tinha feito até então. "Hoje, qualquer calculadora de engenharia é mais rápida que ele", conta Maria Cristina.
História do computador
No livro "Introdução à Programação com Ada 95", o autor Arthur Vargas Lopes conta que as avós dos computadores eram as máquinas de somar no início do século 17. Em meados de 1800, criou-se uma conhecida como "difference engine" que definiu o conceito de computador digital mecânico controlado por programa, que incorporava uma unidade aritmética, uma unidade de armazenamento, mecanismos para leitura e gravação de cartões perfurados para impressão".
Segundo o museu Computer History Museum, o censo de 1890 nos Estados Unidos, com cerca 63 milhões de habitantes, não teria terminado antes de 1900 se não fosse criada a máquina de tabulação que lia dados gravados em cartões perfurados. Inspirado na ideia, em 1934, o computador Mark 1, projetado na Universidade de Harvard, multiplicava dois números de 23 dígitos em seis segundos - um computador atual faz o mesmo em menos de um segundo.
Depois do Eniac, nasceu o Edvac com memória binária - como são os computadores atualmente -, marcando o aparecimendo dos modernos computadores digitais. O Edvac, diferentemente do antecessor, usava a mesma memória para armazenar dados e programas sem a necessadade de alterações na parte física (espécies de manivelas). Em seguida, veio o Univac, primeiro computador comercial. "Antes, os computadores eram essencialmente usados em ambientes acadêmicos e de pesquisa", explica Maria Cristina. "Países, bancos, grandes coorporações tinham interesse nele, já que fazia cálculos funcionando em diferentes contextos", completa.
A demanda pelo computador crescia em meados de 1950. Na época, os interessados reservavam horas para usá-lo. Até que vieram os mainframes, que poderiam ser comprados por um preço mais acessível, mas deveriam ser mantidos em salas refrigeradas. Para aplicações acadêmicas, foram criados os minicomputadores e, em seguida, os microcomputadores e os computadores pessoais (PCs). Até chegarmos ao que conhecemos hoje. Veja a evolução dos computadores, com fotos do Computer History Museum:




Créditos: http://br.noticias.yahoo.com

Bolsas de Estudo - Mais Estudo

O Grupo Mais Estudo também oferece bolsas de estudo, confira abaixo:

Os associados à MAIS ESTUDO conseguem bolsas de estudo para universidades, escolas técnicas, cursos de idiomas e cursos livres.

Confira como funciona aqui: http://www.maisestudo.com.br

Bolsas de estudos - Movimento Cidadania

Sobre o Movimento Cidadania

O Movimento Cidadania oferece descontos em mensalidades de Instituições de Ensino Superior parceiras, com o objetivo de promover a inclusão social e também atua no incentivo e desenvolvimento de ações que permitam a escolha certa do curso, bem como seu melhor aproveitamento ao longo da vida universitária e formação profissional.

O que é oferecido?
Teste Vocacional - possibilidade de identificar suas aptidões e interesses, para melhor embasar a decisão de escolha da carreira e do curso certo.
Descontos em Mensalidades - desconto fixo na mensalidade ao longo de todo o curso.
Auxílio no ingresso ao mercado de trabalho
Apoio a formação extracurricular
Descontos em convênios com empresas parceiras
Óticas, Cursos de idiomas, Cursos de Informática, entre outros parceiros parceiros do Movimento Cidadania, concedem descontos aos nossos Associados.

Conheça mais: http://www.movimentocidadania.com.br

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Graficos - Casa de boneca

Atendendo a um pedido...






Graficos para ponto cruz - Diversos

Mais graficos saindo do forno....




Um dia perfeito de trabalho de um designer

Pra descontrair....

Imprimir, cortar, colar, divirta-se com Papertoy

BoxZet Papertoy é um projeto para quem gosta de papercraft. E para quem quiser projetar boxset.
BoxZet Papertoy, começou na conhecida exposição de Arte em Bangkok, Tailândia. E agora, ele está pronto para todo o mundo!.
Você pode baixar todos os modelos de forma gratuita. E imprimir para criar sua própria coleção.  

Mas se você quiser criar seu próprio projeto, basta clicar em "Participe!" . E enviar seu projeto para mostrar a todos.



Para baixar: http://www.boxzet.com 





Trabalho reciclado, transformando tampinhas em obra de arte

Sete diferentes designers vieram com a mesma idéia: usar a tampinhas para criar uma obra de arte. Claro, é mais fácil dizer do que fazer. Primeiro, é preciso haver um projeto para mapear o layout, bem como a quantidade de tampinhas de garrafa necessária.
Para aqueles que procuram um desafio, utilizando apenas o esquema de cores de tampas de garrafas de diferentes pode gerar frustração e ao consumo de cerveja não tão grande.
Isso pode levar um pouco de pesquisa como tampas de garrafas diferentes cores diferentes.
Por exemplo, Mario requer muita Budweiser e Bud Light tampas de garrafas, enquanto Link exige um monte de tops Heineken. Confira algumas imagens:






 fonte: www.themen.cz.cc

Serviços gratuitos - OABSP

Muitas pessoas vem buscando por um advogado grátis, esta é uma alternativa para as pessoas que procuram por uma assistência jurídica, livre de custos. 

Você tem direito de contar com os serviços de um advogado grátis, de acordo com a Lei n°1.060, de 05 fev. 1950, qualquer pessoa com baixa renda, que não tem condições de pagar um advogado, pode ter direito à justiça de graça. As pessoas que estão em uma situação financeira ruim, também pode ter direito à um advogado grátis. O Governo paga o advogado, e ele orienta o cliente sobre as causas.

Confira abaixo onde encontrar

Sede Secional OABSP
Endereço: Praça da Sé, 385 - Sé - São Paulo
CEP: 01001-902
PABX: (0XX11) 3291-8100
E-Mail: oabsp@oabsp.org.br
Site: http://www.oabsp.org.br
Horário de Atendimento: de 2ª à 6ª feira, das 9:00hs às 18:00hs


Sede Administrativa OABSP
Tribunal de Ética e Comissões
Endereço: Rua Anchieta, 35 - Sé - São Paulo
CEP: 01016-900
PABX: (0XX11) 3244-2000
Horário de Atendimento: de 2ª à 6ª feira, das 9:00hs às 18:00hs


ANTES DE SE DIRIGIR A ALGUNS DESTES POSTOS DE ATENDIMENTO, ENTRAR EM CONTATO TELEFÔNICO PARA INFORMAR-SE A RESPEITO DE HORÁRIOS DE ATENDIMENTO E SABER SE O ASSUNTO DE QUE SE PRETENDE TRATAR É REALMENTE ATENDIDO NESSE  POSTO.

Obs: Os Juizados Especiais julgam e executam os processos cíveis mais simples e as infrações de menor poder ofensivo. (Art.98, inciso I da Constituição Federal).

DEFENSORIA PÚBLICA DE SÃO PAULO – Regional Central - (CÍVEL/FAMÍLIA) – TODA CAPITAL 
Av. Liberdade, 32 – Liberdade. CEP: 01502-000 (Próxima a Estação Sé do metrô)
Atendimento: 2ª a 6ª feira das 7:00 as 9:30 horas.  Obs. Renda familiar até 3 salários mínimos.
Fone: Triagem : 3105-5799
OBS: Distribuição de senha. (Por ordem de chegada).
Levar: RG, CPF e Comprovante de Endereço.
ASSISTÊNCIA JURÍDICA / JUIZADO ESPECIAL – UNIP -  FORO DE SANTO AMARORua Da Paz, 769 – Chácara Santo Antonio
Juizado Especial – (CÍVEL) 2ª a 5ª feira das 12:00 às 18:00 horas. 6ª feira das 12:00 às 17:00hs/ (FAMILIA) 4ª e 5ª feira das 09:30 às 17h – Foro de FAMÍLIA
Fone: (11) 5181-1990 / 5181-1949/ 5181-2202 / 5181-2510
Família: 5181-0815. Por ordem de chegada
ASSISTÊNCIA JURÍDICA UNIP – ALPHAVILLE – (CÍVEL /FAMÍLIA) – FORO DE BARUERIAv. Alphaville, 3500 – Alphaville.
Fone: (11) 4152-8835.
Atendimento: 3ª e 5ª feira das 9:00 às 12:00h e das 13:30 às 17:00 horas.
ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA – UNISA – (CIVEL /FAMILIA)  FORO DE SANTO AMARORua Comendador Elias Zarzur, 75 – Santo Amaro.
Fone: (11) 2141-8958. (CIVIL)
Juizado Especial – Atendimento: 2ª a 6ª feira das 12:00hs às 18:00 horas. OBS: São distribuídas senhas a partir das 7:30 horas. Triagem as 13:30 hs.
(FAMÍLIA) - Fone: (11) 2141-8943. Entrar em contato antes para confirmar horário de atendimento.
UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU – ESCRITÓRIO DE ASSISTÊNCIA – (CÍVEL /FAMÍLIA)Região: Tatuapé / Penha (Somente Cível)   Vila Prudente / Ipiranga/ Central e Tatuapé.
Rua Marcial, 91 – Mooca - Triagem: 2ª a 6ª feira das 14:00 às 17:00 horas.
Fone: (11)  2799.1993/1990/1991/1916. Por ordem de chegada.
UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU - Butantã - ESCRITÓRIO DE ASSISTÊNCIA – FÓRUM PINHEROS – (CÍVEL/ FAMÍLIA)
Avenida Vital Brasil, 1000 – Butantã
Atendimento : 2ª à 6ª feira das 14:00 às 17:00hs
Telefone: 3817-6761/6772/6755
OBS: Atendimento para as 5 primeiras pessoas (5 pessoas por dia)
UNIBAN – CAMPUS MARTE – (FAMÍLIA/ALVARÁ) – FORO DE SANTANAAvenida Braz Leme, 3029 – Santana
Atendimento: 2ª a 6ª das 08:00hs às 11:00hs para triagem.
OBS: Serão distribuídas 15 senhas por dia a partir das 07:00hs. (Alvará somente PIS e FGTS)
Fones: (11) / 2972-9036/ 9037/ 9038/ 9040/ 9041.
ASSISTÊNCIA JURÍDICA UNIP – PINHEIROS - (FAMÍLIA) e (CÍVEL somente orientação) – FORO DE PINHEIROSRua do Sumidouro, 190 – Pinheiros
Fone: (11) 3039-7921 (Não aceitam prazos).
Atendimento: 4ª 5ª e 6ª feira das 10:00hs às 13:00 horas.
DEFENSORIA PÚBLICA – SÃO MIGUEL PAULISTA
Região: São Miguel, Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, Jd. Helena, Vila Jacuí, Ponte Rasa e Vila Curuçá
Avenida Afonso Lopes de Baião, 1815 CEP 08040-000
Fones: (11) 2052-9281/2057-8952/ 2057-9034. Fax: 2054-4277 – Atendimento a partir das 13:00h
Atendimento: 2ª a 5ª feira - Distribuição de senhas das 11:00 às 14:30.
6ª feira: Só pessoas com mandado.
UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE - (JUIZADO ESPECIAL CÍVEL)  - Região: CENTRALPara causas cíveis de até 20 salários mínimos de competência do Juizado
Rua da Consolação, 993 – Consolação CEP: 01301-000
Atendimento: 2ª a 6ª das 12:00hs às 19:00hs – Distribuição de senhas a partir do 12:00h – Tel.: 3256-6040
OBS (Não atende causas de família e trabalhista)
UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO – UNICID (FAMÍLIA/ CIVIL) Região: Tatuapé – Vila Formosa – Vila Carrão -  Aricanduva – Vila Matilde – Penha – Cidade Líder – Vila CisperRua Icaraí, 322 1º andar – Tel: (11) 2178-1313/1317
Atendimento: 2ª a 6ª das 10:00hs as 17:00hs– (Intervalo das 12:00 às 13:15). Ligar antes (todo 1º dia útil do mês) para agendar horário.
OBS: Não atende ações de inventário e arrolamento.
CENTRO ACADÊMICO XI DE AGOSTO – (CÍVIL / FAMÍLIA / TRABALHISTA / PENAL)Praça João Mendes, 62 - 17º Andar
Atendimento: 2ª a 6ª às 13:00hs.
Tel: (11) 3241-4461
OBS: (Atendimento à população de baixa renda.)
FÓRUM TRABALHISTA RUY BARBOSA – (TRABALHISTA) –  OBS: APENAS PARA ABERTURA DE PROCESSO (sem advogado).Avenida Marquês de São Vicente, 235 - CEP: 01139-001 – 1º andar – Bloco A
Atendimento: 2ª a 6ª das 9:00 as 17:00h. Tel: (11) 3525-9224. Distribuição de senhas.
CIEE – Centro de Integração Empresa Escola – (Orientação Jurídica – PROJUR – Projeto Orientação Jurídica Gratuita à população carente)Rua Aguiar de Barros, 45 – Centro (próximo ao Teatro Abril) – CEP 01316-020
Atendimento: 2ª a 6ª feira das 13:00 às 17:00h – Tel: (11) 3101-1100 – Atendimento a pessoas com renda familiar de até 3 salários mínimos e um único imóvel.
(Média de 30 senhas por dia).
UNIVERSIDADE 09 DE JULHO (UNINOVE) – (CÍVEL) – FORO DE SANTANA, TATUAPÉ e JOÃO MENDES.Rua Itaúna, 429 – Vila Maria – Capital/SP – CEP: 02111-030
Fone (11) 2633-9319/9324
Atendimento: de 2ª a 6ª das 13:00hs às 17:00hs. Triagem das 10:00 as 12:00h.
Ordem de chegada.
FMU – (CENTRAL) – (CÍVEL). Rua Taguá, 110 – Metrô São Joaquim
Fone: 3208-5765
Atendimento: 2ª  à  6ª  das 13:00 as 19:00 horas – por ordem de chegada.(OBS: atendimento, só pessoalmente)
Propositura de ação (somente juizado especial cível)
ASSISTENCIA JURIDICA UNIP- (CÍVEL / FAMÍLIA)  FORO CENTRAL   Não aceitam PRAZOSRua: Apeninos, 350 – Aclimação.
Fone: (11) 3347-1042
Atendimento: 2ª das 13:00 as 18:00h, 5ª das 13:00 as 18:00 e 6ª das 10:00 as 14:00.
FACULDADE CAPITAL – (FAMÍLIA) – FORO DA VILA PRUDENTE/ IPIRANGARua Ibipetuba, 42 – Móoca.
Fone: (11) 2065-1000 Ramal 2087. OBS. Ordem de chegada.
Atendimento: Todas as 3ª feiras– das 15:00 as 19:00h.
UNIBAN – CAMPUS MARIA CÂNDIDA – (JUIZADO ESPECIAL CÍVEL) – Região: Santana, Vila Maria, Casa Verde, Vila Mazzei, Limão, Vila Guilherme, Cachoeirinha, Mandaquí, Vila Medeiros, Tremembé, Vila Nivi e Tucuruvi.Rua Maria Cândida, 1813 – Vila Guilherme – Tel: (11) 2967-9030/ 9029
Atendimento: 2ª a 6ª das 13:00hs as 18:00 hs. Senha a partir do 12:00hs.
Para advogados e estagiários inscritos na OAB, atendimento do 12:00hs às 18:00hs.
ESCRITÓRIO JURÍDICO UNICASTELO – (CIVEL / FAMILIA)  FORO DE ITAQUERA Rua Porto Xavier, 269 - Itaquera – São Paulo
Fones (11) 2079-6330/ 2079-1618
Atendimento: 2ª a 6ª feira das 09:00hs ao 12:00hs e das 14:00hs as 17:00hs.
OBS: Distribuição de senha 01 vez por mês.
MINISTÉRIO DO TRABALHO – (SOMENTE ORIENTAÇÃO FISCAL) – NÃO EXISTE ADVOGADO PARA ATENDIMENTO.Rua: Afonso Sardinha, 201 – LAPA.
Atendimento: 2ª feira a 6ª feira das 08:00hs às 11:00 horas. Dr. Antonio Picinin (TRABALHISTA)
Fone: (11) 3832-6764 ramal 201. Distribuição de senhas
JUIZADO ESPECIAL DO TATUAPÉ- (CÍVEL)  FORO DO TATUAPÉRua: Santa Maria, 257 – Tatuapé – Sala 18 e 24
Fone: (11) 2295-6417.
Atendimento público em geral: 2ª a  6ª - feira das 12:00 às 18:00 horas/ Para advogados das 10:00hs às 18hs
(Por ordem de chegada)
JUIZADO ESPECIAL DO IPIRANGA – (PEQUENAS CAUSAS- JUIZADO ESCPECIAL CIVEL)- FORO DO IPIRANGARua Agostinho Gomes, 1455 - 2º andar – sala 201
Fone: (11) 2063.8763/ 2272.0767
Atendimento: 2ª feira a 6ª feira das 12:30h as 19:00h.
(OBS: Verificação de processos > atendimento só pessoalmente)
Abertura de processo: A partir das 09:00hs.
Distribuição de senhas
JUIZADO ESPECIAL DA VILA PRUDENTE - (Cível) – Vila Prudente Av. Sapopemba, 3740 - 1º Subsolo  Sala 53 – Vila Diva CEP 03345-000
Tel: (11) 2154-2144
Atendimento: 2ª a 6ª -feira - 12:30hs às 18:00hs (atendimento geral/ andamento de processos).
Para advogados das 9:00hs às 19:00hs.
(Por ordem de chegada)
UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO (UNINOVE) – Unidade Memorial - (CÍVEL/PENAL) – (região norte-oeste)Endereço: Avenida Francisco Matarazo, 612 – Água Branca (Barra Funda) – CEP 05001-100
Tel: (11) 3665-9356/ 9322/ 9323
Atendimento: 2ª à 5ª feira das 9:00hs às 11:00hs para triagem.  Por ordem de chegada.
OBS: Renda familiar até 3 salários mínimos.

fonte: http://www.oabsp.org.br

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Graficos - Flores



Três gráficos saindo do forno...

Como calcular o preço de uma peça em ponto cruz

Infelizmente, aqui no Brasil, muito se observa a desvalorização do trabalho artesanal, tanto pelos consumidores ávidos por preços cada vez mais baixos, quanto pelos vendedores que na hora da formação de seus preços, acabam por baratear demais seus produtos, devido a enorme concorrência.
Mas isso precisa mudar, pois sabemos que o artesanato é algo exclusivo, raro, que demanda grande tempo e dedicação por parte do artesão, ao contrário do que ocorre com os produtos industrializados que são feitos em grande escala, não possuindo a mesma beleza de um produto feito à mão.
Assim, a valorização deve partir primeiro do artesão através da formação de preço, já que é a pessoa mais indicada para definir o quanto foi trabalhoso e custoso para se fazer aquela determinada peça, devendo também deixar de lado a tentação em baixar demais o preço, em decorrência dos outros artesãos que não são conscientes com relação ao valor de seu trabalho.
O que acontece quando um artesão desvaloriza o seu trabalho é um terrível ciclo vicioso, em que o outro artesão que vende peças parecidas também desvaloriza para competir nas vendas e nisso, os consumidores também acabam por pechinchar mais e mais por acreditarem que aquele produto possui pouco valor.
Então, é preciso calcular corretamente as despesas, mão de obra, tempo gasto, lucro pretendido, entre outros elementos para se chegar a um preço justo. E pode ter certeza que os motivos pelos quais farão um consumidor comprar a sua peça serão a beleza, a qualidade e o talento despendido.
Vamos valorizar o trabalho artesanal, as nossas horas de sono perdidas, o tempo gasto com a mão na massa! Sejamos todos artesãos verdadeiramente profissionais!
E é nesse sentido, para auxiliar aos artesãos que têm dúvidas com relação a como colocar preço em seu trabalho e tomando por base uma pesquisa feita através da Internet que deixareremos duas sugestões:
Opção 1: É bem simples essa fórmula, mas pode o preço final ficar um pouco fora do mercado, mas serve para ter uma idéia – Despesas gerais (com material, mão de obra, transporte…) multiplicado por 3 para venda no varejo e multiplicado por 2 ou 2,5 para o atacado.
Se for utilizar vendedor externo, pode-se acrescentar 20% do valor que é a média paga pelos artesãos como comissão.
Ex: Despesas gerais = R$ 7,00 x 3 = 21 + 20%(R$ 4,20) = R$ 25,20
Opção 2: É mais detalhada e por isso dá uma melhor formação de preço – Primeiro, somar as despesas com material do produto, depois pegar o valor e adicionar o custo da mão de obra (o custo da mão de obra deve ser calculado levando em consideração as horas trabalhadas), não esquecer de estipular e adicionar o custo fixo (esse custo fixo eu chamo de luz, embalagem, etiqueta, estacionamento ou ônibus, entre outros que você pode dar um valor fixo para adicionar sempre),acrescentar o lucro pretendido (quanto você pretende ganhar com a venda para sua remuneração e para compra de futuros materiais) e o valor
final encontrado será o valor de venda. Se for utilizar vendedor externo, pode-se acrescentars 20% do valor que é a média paga pelos artesãos como comissão.
Ex: Despesas com material (R$ 5,00) + mão de obra (* 2horas = R$4,70) + custo fixo (R$ 2,00) + lucro (R$ 10,00) = R$ 21,70 + 20% (comissão de R$ 4,34) = R$ 26,04
*Foi tomado como base o salário mínimo para calcular a hora;

Fonte: www.mulhercriativa.com.br

Cursos Gratuitos

A Fundação Getulio Vargas, membro do OCWC (Open Course Ware Consortium), o consórcio de instituições de ensino de diversos países que oferecem conteúdos e materiais didáticos de graça pela internet.

Confira abaixo a lista de cursos disponiveis: 



Cursos na área de Sustentabilidade
Sustentabilidade no dia a dia: orientações para o cidadão
Cursos em diversas áreas de conhecimento
Balanced Scorecard
Conceitos e Princípios Fundamentais do Direito Tributário
Intermediação em Investimentos Financeiros
Contratação de Trabalhadores
Fundamentos da Gestão de Custos
Motivação nas Organizações
Processo de Comunicação e Comunicação Institucional
Introdução à Administração Estratégica
Relevância das Questões Ambientais
Produto, Marca e Serviços
Fundamentos da Gestão da TI
Gerenciamento do Escopo de Projetos
Qualidade em Serviços
Ciência e Tecnologia
Diversidade na Organização
Ética Empresarial
Recursos Humanos
Cursos na área de Metodologia
Conhecimento, Saber e Ciência
Espaço da Universidade na Sociedade
Cursos para professores do Ensino Médio
Filosofia
Sociologia

Fonte e maiores informações: http://www5.fgv.br/fgvonline/cursosgratuitos.aspx

Programa “Bolsa Universidade” recebe inscrições

Bom ainda na categoria bolsas para faculdades deixo mais uma dica de bolsas 100%.
Desse programa posso falar com propriedade, pois durante 2 anos e meio fui educadora universitaria.

Vão até dia 11 de fevereiro as inscrições para o programa “Bolsa Universidade” da Secretaria do Estado da Educação. A iniciativa oferece 7.262 bolsas de estudo integrais para universitários de instituições particulares de ensino de todo o Estado.
Para participar do projeto os alunos devem estar dispostos a trabalhar como educadores nas escolas que fazem parte da “Escola da Família”.  Antes de se candidatar, o estudante pode acessar o site do programa e consultar quais são as instituições participantes. É preciso ver ainda, na página, se o curso no qual o aluno está matriculado oferece vagas para o Bolsa Universidade.
O cadastro no programa pode ser feito pelo site ou na própria instituição onde o aluno estuda. A escolha dos alunos aprovados será feita com base nas informações prestadas na inscrição.

Mais detalhes:
O estudante contemplado receberá bolsa integral de seu curso – a Secretaria de Estado da Educação arca com 50% do valor da mensalidade, com teto de R$ 267,00, e a instituição de ensino completa o restante do valor da mensalidade.
Em contrapartida, irá atuar como educador universitário em uma escola participante do Programa Escola da Família, que abre unidades escolares aos sábados e domingos para a comunidade.
As atividades desenvolvidas nas escolas poderão ser organizadas nos quatro eixos de atuação do Programa Escola da Família: Esporte, Cultura, Saúde e Trabalho.
Para se candidatar é preciso:
  • estar regularmente matriculado em faculdade conveniada com o Programa Bolsa Universidade.
  • não receber outra bolsa, financiamento ou similar, vindos de recursos públicos.
  • ter disponibilidade para atuar como educador universitário no Programa Escola da Família, em escolas estaduais ou municipais do Estado de São Paulo, aos finais de semana.
Esse aqui é o link pra quem quiser se inscrever: http://escoladafamilia.fde.sp.gov.br/v2/default.html
Fonte: Catraca livre/Programa escola da familia